Proteja-se.

Se sair use máscara!

Notícias

Secretaria de Estado da Saúde recebe Associação Brasileira de Bares e Restaurantes

02 de setembro de 2020

Com o intuito de unir esforços para os futuros protocolos de atendimento e recebimento do público em espaços físicos dos bares e restaurantes, nesta terça-feira, 1°, a Secretaria De Estado da Saúde recebeu  representantes da  Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Centro Administrativo da Saúde. Participaram da reunião o diretor jurídico Breno Messias; o diretor da Vigilância em Saúde, Marco Aurélio Goés; o presidente da Abrasel, Bruno Dórea, o vice- presidente José Ricardo Almeida e o ex- presidente Augusto Carvalho.

Durante a reunião, os representantes da Abrasel levaram sugestões de ajustes nas regras estabelecidas, uma delas foi o horário de funcionamento, principalmente dos bares e restaurantes que só funcionam no período noturno. De acordo com o diretor da Vigilância em Saúde, Marco Aurélio, as sugestões foram ouvidas e serão avaliadas, e algumas explicações do protocolo foram dadas.

“Nesta manhã, escutamos o pleito, ouvimos algumas sugestões e explicamos alguns aspectos do protocolo publicado. Eles trouxeram o pleito de aumento do horário de funcionamento, da abertura da segunda-feira. Tudo isso iremos passar para Cogeri, para eles avaliarem e terem a decisão do que pode ser já incorporado as regras de bares e restaurantes”, enfatiza o diretor.

O presidente da Abrasel, Bruno Dórea, ressalta a importância da reunião e da união entre os setores públicos e privados. “Como estamos falando em economia, o público e o privado precisam andar juntos para tentar fazer algo no sentido macro. Hoje viemos mostrar alguns completos referente ao nosso setor, para poder auxiliar na formação de futuros protocolos, relacionados a liberação de buffet e rodízio, assim como a ampliação do horário. Nosso objetivo é somar e acrescentar, temos boas idéias,  quando falamos com especialistas fica tudo mais fácil, e fomos bem recebidos pela secretaria de Estado da Saúde”, ressalta o presidente da Abrasel.