Notícias

Hospital João Alves Filho continua a vacinação dos profissionais contra a Covid-19

20 de janeiro de 2021

O Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho deu continuidade na manhã desta quarta-feira, 20, à vacinação dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19. Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (responsáveis pela coordenação da vacinação), se uniram com gestores do hospital que já estavam com toda a programação montada para realizar a vacinação de forma itinerante, pelas áreas que tratam do coronavírus. Inicialmente foram disponibilizadas no período da manhã 300 doses do imunizante que poderá chegar no final da primeira fase a 1.700 colaboradores imunizados da linha de frente.

De acordo com o superintendente do Hospital João Alves, Walter Pinheiro, que acompanhou tudo de perto, foi um dia de muita comemoração e esperança. “Ontem fizemos uma vacinação simbólica, mas hoje é realmente o que a gente espera ampliar o máximo possível essa vacinação. A expectativa é muito grande, um momento de esperança onde estamos enxergando uma luz no fim do túnel. A equipe está toda motivada e estamos procurando priorizar as áreas críticas por conta do número de vacinas e estamos contando com o apoio da equipe técnica, da CCIH, da enfermagem para que a gente faça da forma mais coordenada possível e com eficiência”, explicou.

Dia especial também para o médico plantonista da UTI 1, Matheus Santana. Ele estava na fila para receber a vacina e relembrou o seu atendimento ao primeiro paciente que atendeu com a Covid-19. “Hoje é um dia histórico pra gente enquanto profissional de saúde, depois de tantas batalhas enfrentadas, muitas perdas e vitórias também. Eu recebi o primeiro paciente aqui na UTI e tudo era muito novo, muitas informações, mas a equipe multidisciplinar foi muito unida e ajudou bastante. Quero deixar um alerta para que as pessoas não esqueçam de continuar se protegendo e seguindo as orientações com o uso da máscara e continuar o isolamento”, enfatizou o médico.

A técnica de enfermagem da UTI 1, Greyse Franciele Nunes, era a primeira da fila e estava ansiosa para ser vacinada e ressaltou que não vê a hora de todos estarem imunizados. “Me sinto mais protegida, mas a conclusão dessa proteção será quando todos conseguirem se vacinar, tenho certeza que esse dia está próximo. Nós da saúde, devido a tudo que passamos com esse vírus, achávamos que só poderíamos ser vacinados no final do ano, mas, graças a Deus, as tecnologias, a ciência, a humanidade todos unidos vamos vencer essa batalha”, declarou emocionada.

Os profissionais do Centro de Terapia Intensivo pediátrico (CTI) também foram contemplados com a dose do imunizante. A Técnica de Enfermagem, Nilma Conceição, relembrou o que passou com o esposo vítima do coronavírus. “O sentimento que eu sinto nesse momento é o de vitória, estou mais tranquila e muito agradecida. Tive o meu esposo internado pela doença e sei do meu desespero, a gente fica angustiado e essa vacina é uma esperança para todos”, disse.

A vacinação continuará no período da tarde até as 17h. Para os profissionais do turno da noite será programado com a equipe da SMS o dia e horário para a imunização dos profissionais. As áreas atendidas inicialmente serão a Vermelha, UTI Covid, UTI 1, CTI Pediátrica, UAC 1 e UAC 2, Ala 500, Internamento Carinho, Área Azul, Verde Trauma, Centro Cirúrgico, PSI, UTQ, Verde Clínica, Ala G, OPO, Internamento e demais unidades. Os demais profissionais deverão ser vacinados na próxima fase desta etapa.