Proteja-se.

Se sair use máscara!

Notícias

Governo do Estado inicia Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em Sergipe

19 de janeiro de 2021

Ato simbólico com a imunização de equipe de saúde que atua na linha de frente do Hospital João Alves marcou o início da vacinação

A Imunização dos profissionais de saúde que estão na linha de frente do Hospital de Urgências João Alves Filho marcou o início da vacinação contra a Covid-19 em Sergipe. Em ato simbólico realizado no auditório da unidade de saúde, na manhã desta terça-feira(19), a enfermeira que atua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Covid, Sônia Aparecida Damásio, foi a primeira pessoa a ser vacinada no estado.

A solenidade contou com a participação do governador Belivaldo Chagas, acompanhado da vice-governadora Eliane Aquino, do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira e do senador Rogério Carvalho, além de profissionais da saúde do Hospital João Alves.

Segundo o governador, a escolha do Hospital de Urgências se deu pela importância histórica da unidade, que foi ainda mais fortalecida durante a pandemia. “Graças a Deus, esse momento chegou e a expectativa é que tenhamos vacinas daqui para frente para que a gente possa salvar vidas. Quero agradecer de coração aos trabalhadores da Saúde que estiveram o tempo todo na linha de frente. Nós estamos na expectativa de que a Anvisa libere mais 4 milhões de doses que estão armazenadas no instituto Butantã, isso acontecendo, nós teremos a continuidade da vacinação de forma mais incisiva, afinal de contas, há uma população ansiosa por essa vacina.  O mais importante é a compreensão de que a gente tem que continuar utilizando o que temos: o uso das máscaras, ficar em casa e evitar aglomerações. Portanto, faço esse apelo à população. É preciso muito cuidado, pois temos muita luta pela frente”, declarou o governador.

A enfermeira Sônia Aparecida Damásio, que trabalha na linha de frente do Hospital João Alves há 14 anos, ressaltou a felicidade por ser a primeira imunizada. “Estou muito feliz por ter sido escolhida, acho que, a partir de agora, temos uma esperança de que as coisas vão melhorar. Com isso, fico mais tranquila, principalmente porque estou na linha de frente. Todo mundo estava esperando pelo início da vacinação”, destacou.

Para o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, o início da vacinação representa um momento histórico no combate à pandemia. “É mais um passo importante de uma longa caminhada que vamos dar em direção à cura definitiva e ao combate efetivo da doença”, ressaltou o prefeito.

O superintendente do  Hospital João Alves, Walter Pinheiro, espera que mais de 4mil profissionais entre funcionários do hospital e terceirizados sejam vacinados neste primeiro momento. “Nós priorizaremos aqueles que estão na linha de frente, nas áreas dedicadas ao enfrentamento. A gente espera conseguir vacinar o maior número de pessoas possível”, revelou.

Nesta primeira fase de vacinação, a expectativa é imunizar 23.272 pessoas, com duas doses. Estão nesta faixa prioritária os profissionais de saúde (22.760), idosos de 60 anos ou mais institucionalizados (240), pessoas com deficiência institucionalizadas (22) e indígenas aldeados (250).

Dentre os profissionais de saúde prioritários nesta primeira etapa estão as equipes de vacinação, trabalhadores das instituições de longa permanência e trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados que estão envolvidos no atendimento à Covid-19. “Serão vacinados, neste momento, os profissionais que estão na Atenção Básica, nas unidades de referência destinadas a Síndromes Respiratórias Aguda Grave, os profissionais que fazem as coletas dos exames tipo PCR,  nas unidades hospitalares   com UTI, Enfermaria, que lidam com Covid-19, além das áreas de Pronto Atendimento, Urgência e Emergência”, disse Mércia, ressaltando que cada município fará o levantamento dos profissionais.

Como estratégia prevista no Plano Estadual de Vacinação para evitar aglomerações, a vacinação ocorrerá em horários específicos para cada grupo, além de vacinação institucional, em locais que estejam os grupos prioritários, vacinação móvel, em drive-thru, com hora marcada e domiciliar, quando necessário.

Vacinas

As primeiras doses da CoronaVac começaram a ser distribuídas aos munícipios, no início da manhã desta terça-feira(19), na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológico (CEADI) da Secretaria de Estado da Saúde. Segundo a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, os municípios já podem iniciar a vacinação se estiverem com toda a sua equipe e estrutura montada. “Nós estaremos distribuindo na sede, a 20 municípios que são da região de Aracaju e de Socorro. As demais, nós estaremos entregando com o caminhão refrigerado específico para região de Itabaiana, Estância, Própria e Lagarto, além disso, o helicóptero do GTA irá levar um outro quantitativo de doses até a região de Nossa Senhora da Glória, especificamente Canindé e Porto da Folha”, informou a secretária Mércia.

As mais de 48.000 doses da vacina Coronavac, enviadas pelo Ministério de Saúde, chegaram na noite da segunda-feira (18), no Aeroporto de Internacional Santa Maria, em Aracaju. Após o desembarque, os imunobiológicos foram transportados até a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológico, que possui estrutura climatizada para armazenamento e distribuição. Lá, eles ficam armazenadas para a estabilização da temperatura e para processo de separação para cada localidade. Inicialmente, os municípios irão receber o correspondente a 50 % do quantitativo, o equivalente a primeira dose.