Categoria - Notícias

Secretária de Estado da Saúde reforça importância da segunda dose da vacina contra a Covid-19

04 de agosto de 2021

A imunização contra a Covid-19 em Sergipe iniciou em janeiro de 2021, e o  Estado atualmente  contabiliza 61.648 pessoas que tomaram a primeira dose, mas não retornaram ao serviço de saúde para  receber a segunda aplicação das vacinas AstraZeneca, Coronavac e Pfizer. No caso destes imunizantes, somente com as duas doses é que a imunização fica completa.

Além dos alertas para a população atrasada ir aos serviços em busca da  segunda dose, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) vem realizando constantes diálogos com os municípios e recomenda a realização da buscativa dessas pessoas, entrar em contato e dialogar com o indivíduo para conseguir êxito na vacinação desse público.

Embora os números apontem para uma redução de óbitos e casos diários da doença em Sergipe, a falta de interesse e a não procura pela imunização completa pode acarretar em uma piora da pandemia.

Além disso, como o Ministério da Saúde faz o envio da primeira e segunda dose para cada pessoa (dentro do grupo definido), o não comparecimento pode fazer com que o processo de imunização da população em geral seja mais lento, considerando que geralmente o avanço da imunização ocorre quando os grupos anteriores estão vacinados.

A secretária de Saúde, Mércia Feitosa, tomou a segunda dose da vacina e fez um apelo à população que complete o esquema vacinal. “Já temos dois estados do nordeste onde a variante Delta está circulando e a gente espera ampliar essa cobertura vacinal. As vacinas disponíveis têm cobertura para a variante Delta, então a gente tem que agilizar. Não ir se vacinar não é apenas um prejuízo individual, a pessoa deixa de ampliar a nossa cobertura coletiva no estado”, enfatizou.

Quando as remessas dos imunizantes chegam a Sergipe, a Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos da SES verifica as vacinas e distribui para os municípios para que a vacinação ocorra o mais rápido possível e o Estado continue avançando na imunização. Já foram distribuídos para a aplicação da  primeira dose o total de 1.082.346 e da segunda dose 506.175.