Categoria - Notícias

Secretaria de Estado da Saúde e Ministério da Saúde dialogam sobre Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19

03 de setembro de 2021

Na tarde desta quinta-feira, 02, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu a visita de representantes do Ministério da Saúde (MS), que dialogaram sobre a Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (PrevCov) com os profissionais da SES. Em seguida houve a realização de uma reunião remota com representantes dos  quatro municípios que farão parte do estudo: Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros.

Este estudo do Ministério da Saúde tem como objetivo estimar a prevalência da infecção pelos vírus SARS-CoV-2 em residentes do Brasil com estimativas para as capitais, unidades federadas e regiões metropolitanas da capital. A meta é fornecer informações que apoiem a tomada de decisão, embasando as respostas em saúde pública e mostrando a distribuição da Covid-19 e sua dinâmica de transmissão, sinalizando como a doença varia de acordo com o cenário específico das populações afetadas.

“A pesquisa engloba 274 municípios do Brasil, com uma amostra inicial de cerca de 62.097 domicílios e uma  amostra inicial de 211.129 indivíduos. É um dos maiores inquéritos sorológicos  de Covid já registrados no mundo até o momento. Hoje a reunião foi com representantes da Atenção Básica, da Vigilância em Saúde, da Superintendência do Ministério da Saúde em Sergipe e também  dos laboratórios. O intuito foi fazer uma apresentação técnica do projeto, mostrando objetivo e desdobramento, para abrir um canal que facilite a coleta de amostra e toda  inserção do laboratório no território para maior efetividade da pesquisa”, destaca o Técnico do Ministério da Saúde, Renan Duarte.

Conforme a coordenadora do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS/SES), Daniela  Pizzi,  a pesquisa é realizada em  três etapas, sendo a  primeira o contato do Ministério com o cidadão por SMS/Whatsapp para dialogar sobre o interesse em participar; o contato presencial para realizar a coleta da amostra de todos os residentes do domicílio e, por fim,  a análise e o resultado do exame.

“A previsão é que após todo esse processo, o Ministério da Saúde divulgue no final de novembro  a prevalência da Covid, ou seja, as pessoas que tiveram contato com o vírus. Hoje, após a videoconferência, seguimos com agenda visitando a Secretaria Municipal de Aracaju e amanhã vamos visitar os demais municípios”, disse.