Categoria - Notícias

Psicóloga fala sobre a readaptação da rotina diante da pandemia

27 de agosto de 2020

A pandemia trouxe com ela um pedido de reordenamento de toda a vida. Foi preciso se adaptar ao novo fluxo de cuidados, e sempre que for preciso, mudar padrões do cotidiano, buscando mudar rotinas. Quem explica é a psicóloga do Núcleo de Educação Permanente da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Silvia dos Anjos.

“É importante aceitar essas mudanças porque são práticas de autocuidado e autoconhecimento que vamos trabalhando e descobrindo quais os recursos para atravessar essa transformação, de uma forma mais suave, mais leve, mais tranquila”, disse Silvia

Ela disse  acreditar que a atuação da psicologia utilizando os recursos terapêuticos facilita a adaptação a todas as mudanças que a pandemia traz. “Esse campo do autoconhecimento cresceu bastante nessa fase de mudança e transformação do planeta, todo mundo vem sentido a necessidade de se conhecer mais, entender seus medos e seus potencias, de realização, de ação na vida”, observou Silvia.

“Acho que já tivemos fases mais desafiadoras, a gente ta numa fase que a disseminação do vírus ta caindo, as coisas estão começando a estabilizar e as pessoas também já aprenderam a lidar de uma forma mais equilibrada com as transformações que esse vírus trouxe pra gente, eu sinto que depois de quatro meses depois de uma instabilidade estamos em uma fase mais tranqüila, e aos poucos as coisas vão se acalmando e reordenando’, atentou a psicóloga.

Silvia informou que na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes existe um setor de psicologia, composto por diversas profissionais, que são referenciadas de acordo com a demanda da maternidade.  “Temos gestantes internadas, puérperas internadas, mães que estão acompanhando seus bebês na UTI, o método canguru, as internações que acontecem em cada uma das alas e suas especificidades, então cada psicóloga vai se direcionar e vai ser referencia de um desses focos”, atentou a psicóloga.

Silvia esclareceu que as mães recebem orientação, trazendo recursos para lidar com esses processos de adoecimento na gestação. Não é um processo simples e sim,  complexo que a gente não espera, não quer viver isso, mas que precisa se adaptar. Então é um trabalho super importante, é um trabalho que acontece a muito tempo é um setor bem estruturado e que vem se desenvolvendo cada vez mais de forma integral no cuidado”, explicou.

A psicóloga atentou que falar sobre as ações do psicólogo nos dias de hoje é mais desafiador porque é um campo profissional que cresceu muito, então são muitas as áreas e a possibilidade de atuação. “Temos a área clinica a jurídica, a área hospitalar e muitas outras Eu não conseguiria citar todas assim, mas no fundo o psicólogo  sempre vai trabalhar nesse campo de estudo, no campo de informação seja individual ou coletivo e trazendo recursos da sua base terapêutica para o desenvolvimento de relações melhores, da vida”, concluiu Silvia.