Categoria - Notícias

Missa em homenagem às vítimas da Covid-19 é celebrada no Huse

13 de agosto de 2020

A manhã desta quinta-feira, 13, foi marcada por uma missa em homenagem aos profissionais de saúde que morreram vítimas da Covid-19 e atuavam no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). A cerimônia religiosa aconteceu na porta da Área Vermelha do hospital, como forma de agradecimento pelos serviços prestados aos pacientes críticos do local e exercidos pela funcionária Edjane Julião, 41, que era funcionária da área e faleceu na última sexta-feira, 7, deixando um exemplo de amor ao próximo e muitas saudades para os colegas de trabalho.

O pároco da saúde, Givanildo Santos, celebrou a missa que contou com louvores e uma mensagem de perdão. “A palavra do evangelho de hoje foi o perdão, uma palavra difícil de acontecer, perdão nas relações nossas de cada dia, no trabalho, na família, na amizade e no amor. O perdão nos faz novos diante de Deus e das pessoas. Temos que lembrar que sem o perdão não há salvação, a gente precisa passar pela porta estreita do perdão para se libertar do ódio e do rancor. Agradecemos pela causa de Edjane e o seu amor pelo que fazia até as últimas consequências”, disse o pároco.

Para a coordenadora do Pronto Socorro do Huse, Débora Feitosa, um momento de muita reflexão. “Essa doença realmente mata e está destruindo diversas famílias pelo mundo afora. Como o padre falou, devemos ter mais amor ao próximo e saber perdoar. Nossos colegas de profissão que nos deixaram lutaram até o último momento, estavam trabalhando para ajudar a salvar vidas e foram vítimas. Que Deus encaminhe as suas almas para o melhor lugar, eu sou muito grata pelo compromisso que firmaram aqui na terra e em especial no Huse, trabalhando para os que mais precisam”, disse.

Já a gerente da Área Vermelha do Huse, Tayná Santos, um momento triste e ao mesmo tempo de muita emoção, pela homenagem prestada a esses profissionais que se foram. “A nossa amiga Edjane em especial o que nos resta agora é a saudade e a alegria da ressurreição, que Deus a receba de braços abertos e que a gente consiga superar a nossa dor. Que o exemplo dela consiga ser seguido por muitos profissionais em exercer o amor ao próximo”, finalizou.