Categoria - Notícias

Mais de meio milhão de sergipanos receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19

11 de junho de 2021

Sergipe alcançou na última quarta-feira, 09, a marca de 538.971 pessoas vacinadas com a primeira dose de imunizante contra a Covid-19. A segunda dose já foi aplicada em 270.812 pessoas. As doses de esperança são enviadas pelo Ministério da Saúde para a Secretaria de Estado da Saúde (SES), que vem praticando uma logística ágil e precisa, garantindo que os imunizantes cheguem aos municípios. No total a SES já enviou 908.254 para as duas doses.

A Secretaria de Estado da Saúde já realizou a entrega das vacinas contra a Covid-19 para: 100% dos Trabalhadores de Saúde; 100% das pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência; 100% das pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência institucionalizados; 100% de indígenas aldeados; 100% de pessoas com 60 anos e mais; 100% dos povos e comunidades tradicionais quilombolas; 100% das forças de segurança e salvamento e forças armadas; 100% dos trabalhadores portuários.
A vacinação tem ocorrido de forma gradativa nas pessoas com comorbidades definidas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), gestantes e puérperas com comorbidades; Pessoas com Deficiência Permanente; Trabalhadores industriais.
O diretor de Vigilância em Saúde da SES, Marco Aurélio Góes, explica que os riscos de agravamento e óbitos pela Covid-19 e da vulnerabilidade social orientaram a definição dos grupos prioritários delineados no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).

“A vacinação dos grupos prioritários têm como objetivo promover a redução da morbimortalidade causada pela Covid-19, bem como a manutenção do funcionamento da força de trabalho dos serviços de saúde e de alguns serviços considerados essenciais”, disse o diretor.
Como o estado tem avançado na vacinação, umas das orientações é que os municípios continuem a vacinação dos grupos prioritários que ainda não tiveram todas as pessoas vacinadas e amplie a imunização por faixa etária.