Proteja-se.

Se sair use máscara!

Notícias

Fundação de Saúde Parreiras Horta inicia vacinação contra a Covid-19

26 de janeiro de 2021

Esta segunda-feira, 25, foi de festa e gratidão para funcionários da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19 no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) e Serviço de Verificação de Óbitos (SVO). Cerca de 38% desse efetivo geral de profissionais recebeu a primeira dose da vacina para proteção contra o novo coronavírus.

A equipe de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde realizou a vacinação dos profissionais. “Foi muito emocionante. Dá uma esperança de dias mais tranquilos para que a vida possa voltar aos poucos ao normal”, comentou Gabriela Vasconcelos, gerente do Laboratório de Biologia Molecular, onde corre o processamento das amostras através da técnica RT-PCR, para diagnóstico da Covid-19.

Sandra Luanda que trabalha na triagem clínica do Hemose também participou da vacinação. “Me sinto honrada e feliz por ter recebido minha primeira dose da vacina, mas a felicidade só será completa quando souber que toda a população tenha sido vacinada”, ressaltou.

A biomédica Lucélia Lunguinho registrou a alegria em ser imunizada. “Acho que para todos os profissionais de saúde, principalmente para quem opera nessa linha de frente que tem contato com o paciente, o público e as amostras é um momento singular que nos transmite mais segurança no desempenho de nossas atividades”, frisou a servidora do SVO.

Realizada no Lacen, a ação contou com a participação da diretoria executiva da Fundação de Saúde Parreiras Horta. “Esse é um momento histórico de muita alegria e satisfação pelo reconhecimento do trabalho de todos os profissionais da instituição. No Lacen eles realizam os testes para o coronavírus, no Hemose eles que seguiram trabalhando para coletar o sangue para os pacientes da rede hospitalar e no SVO, a emissão das declarações de óbito para atender o público com a suspeita da covid-19”, destacou Luciana Déda, direta geral da FSPH.

A campanha de imunização cumpre o Plano Estadual de Vacinação que na primeira fase contempla profissionais da saúde que atuam na linha de frente de enfrentamento ao coronavírus e coube ao gestor das unidades, avaliar os setores onde há mais criticidade para o funcionário ser imunizado.

De acordo com o superintendente do Lacen, Cliomar Alves, a vacinação é um instrumento para garantir a continuidade dos diagnósticos em saúde pública. “É um momento especial para todos, temos vários profissionais que participam desse processo de manipulação das amostras para os testes do coronavírus. Agora eles trabalharão mais tranquilos e no futuro, essa imunização irá evitar que o órgão tenha perda deles nas bancadas, em decorrência de uma eventual contaminação”, salientou o gestor.

Presenças

A ação no Lacen para aplicação de doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica Sinovac Biotech, contou a participação dos diretores da Fundação Parreiras Horta, Guilherme Maia (Administrativo e Financeiro), Thiago Dória (Operacional), a superintendente do Hemose, Erivalda Barreto, a coordenadora do SVO, Patrícia Ribeiro, a secretária de Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, a diretora de Vigilância e Saúde de Aracaju, Taíse Cavalcante.