Categoria - Notícias

CASE pede a usuários que já receberam medicamento em março que não congestionem canais de comunicação

27 de março de 2020

Desde a última terça-feira, 24, o Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (Case) adotou a entrega domiciliar de medicamentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com a finalidade de evitar a aglomeração de pacientes no espaço físico da unidade. A estratégia está funcionando bem, segundo destaca a coordenadora da Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Juliana de oliveira Silva, mas há um fato preocupante: o congestionamento dos canais de comunicação causado por usuários que já receberam o medicamento neste mês de março.

Ela explica que a SES disponibilizou todos os números telefônicos do Case para o serviço de agendamento de entregas, além de um número de Whatsapp e um e-mail, no entanto, usuários que já receberam os medicamentos referentes ao mês de março estão congestionando os canais com dúvidas e receio da falta de medicamento em abril.

“Estamos com o Case abastecido, portanto não há risco de faltar medicamentos e insumos”, tranquilizou a coordenadora, solicitando que os usuários não utilizem estes canais para outra finalidade que não seja o agendamento de entregas, referentes a março. Ela apontou outra dificuldade: portas fechadas e entregas não feitas, embora tenham sido agendadas. Para estes casos, será adotado uma espécie de informe do tipo ‘Case esteve aqui para entregar seu medicamento. Entre em contato novamente para novas providências’.

Enfatizou Juliana Silva que a equipe está trabalhando internamente para fazer a entrega domiciliar, serviço que foi reforçado para garantir que todos sejam atendidos. São duas motos, que já fazem parte da rotina de trabalho do Case, contrato com uma empresa para ampliar o número de entregadores e a implantação de automóvel para fazer a entrega domiciliar de insumos de maior volume, como bolsas de colostomia e fórmulas alimentares.

Canais

Telefones:

3234-9723
3234-3419

3234-3414
3234-3411
3234-3402
3234-3410
3234-3406
3234-3403
3234-3400
3234- 3408
3234-3421
3234-3407

Whatsapp

98891-2838

E-mail

case.medicamentosemcasa@saude.se.gov.br

Como agendar

Para fazer o agendamento da entrega domiciliar pelos canais disponibilizados, o paciente deve estar munido do cartão SUS e do CPF e, informar nome completo, endereço, dia e horário que quer receber o medicamento. O sistema revela quais e o quantitativo dos medicamentos que precisam ser dispensados para aquele paciente. Se for pelo Whatsapp digitar as mesmas informações.

Juliana Silva observa que é importante que ao ligar, o paciente tenha em mãos o cartão SUS e o CPF para que a linha não fique presa enquanto a pessoa procura os documentos. “Pedimos também para que as informações sejam coesas e diretas, porque estes não são canais para tirar dúvidas, mas para solicitar a entrega de medicamentos”, disse.

Interior

Pacientes do interior do Estado não precisam se deslocar para a capital para ter acesso aos medicamentos. A Assistência Farmacêutica viabilizou a dispensação no próprio território, através do Serviço  Atendimento ao Preposto (a pessoa indicada pela SMS para representar os pacientes na retirada do Case). Segundo ela, os usuários devem procurar as Secretarias de Saúde do seu município para receber medicamentos e insumos. “Fizemos uma parceria com os 74 municípios (exceto Aracaju), que enviam um mensageiro ao Case para fazer a retirada dos medicamentos e insumos e repassá-los aos pacientes. Com isso, evitamos a circulação intermunicipal de pessoas”, assinalou Juliana de Oliveira Silva, lembrando que o serviço de entrega de Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção (OPMs) estão suspensos temporariamente.